sexta-feira, novembro 03, 2006

tercetos sobre a vida, a morte & coisas que tal (14)

sobre uma fotografia:

existem mistérios escondidos por detrás da névoa do canal
como se eu e aquele homem fôssemos a mesma pessoa:
um olhar melancólico, curvado sobre o farol que reflecte a esperança.
*

1 comentário:

CeciLia disse...

Os mistérios estão mesmo é dentro de nós, Vitor. É que somos um não só com o homem que enxerga, mas com o farol que alumia e a água que transcende imagem e luz.

Beijo na alma, gostei da imagem.

(ah, o Ocos era, sim, um conto já publicado. É que houve um comentário anônimo que pediu que eu o apresentasse ali. Beijo)