sábado, janeiro 07, 2006

o homem que não sabia chorar (1)

Apesar do frio que fazia, o seu coração teimava em não cristalizar.

7 comentários:

frosado disse...

então que seja um feliz recomeço!Isso é que se chama pujança! Vai em frete amigo!

frosado disse...

frente enão frete!eh!eh!eh!Que Calina!

Vítor Leal Barros disse...

obrigado fátima pela visita... vi que colocou o link lá no bordado e agradeço... mas acho que escreveu sincron... falta só (icidade) - sincronicidade ...

um beijo

Agripina Roxo disse...

bonito, a imagem é fabulosa, um corpo, dois corpos, três corpos...
um confusão de corpos :)
e em todos eles, apesar do frio, o coração não cristalizou ;)
boa sorte para este começo
beijinhos

Rotação dos tempos disse...

O milagre da multiplicação...dos blogs (entenda-se). Boa sorte, ou boa escrita, o que é o mesmo.
Ca estarei para ir lendo e comentando.
Um grande, grande, abraço
Luís (Rotação dos tempos...)

Vítor Leal Barros disse...

espero que não seja o milagre da multiplicação dos blogues luís... até porque não há tempo... a forma como vou postar no Povo apartir de agora será diferente (e mais espaçada entenda-se!)... um grande, grande abraço luis

obrigado agripina pelo carinho

luciana MELO disse...

Porque há corações e corações, my friend :)